sábado, 2 de maio de 2009

O garoto e o mundo

"Existia um garoto, um garoto como qualquer outro.

E ele sonhava alto, e queria seguir seus sonhos e fazer o bem.
Então, tentou ser o melhor, sempre...
Mas viu que mesmo tentar muito não era o suficiente.
Então desistiu de seguir seus sonhos e fazer o bem, e tentou seguir outra meta.

Mas ele também tinha muita criatividade, e boa vontade.
Então o garoto ficou engraçado, companheiro, queria fazer os outros felizes sempre...
Mas viu que mesmo fazendo os outros felizes não recebia nenhum reconhecimento.
Então desistiu de fazer sempre os outros felizes, e tentou seguir outra meta.

Só que ele também era muito esperto e talentoso.
Então o garoto tentou sempre aprender e repassar esse conhecimento, sempre...
Mas viu que mesmo se esforçando, não conseguia sair do chão ou ganhar um "parabéns".
Então desistiu de se esforçar tanto, e tentou seguir outra meta.

O garoto também era muitas outras coisas, como todos.
Então tentou sempre seguir seus instintos e fazer seu melhor, sempre...
Mas sempre via que as pessoas "normais" nunca reconhecem os feitos dos outros.
Então desistiu de agradar os outros, e tentou ser ele mesmo.

Quem sabe, se ele não tivesse desistido tanto tivesse alcançado o que queria?
Mas ele, agora, sendo o que é, está orgulhoso de si mesmo, e isso que importa.
Não agradar aos outros, e sim a si mesmo.
Pois talvez não possamos ser aquilo que queremos ser...

Mas certamente somos a intersecção do que tentamos ser."

by me

3 comentários:

Barb. disse...

desisti de agradar os outros ou esperar reconhecimento a muito tempo atrás... essas coisas, infelizmente, aprendemos na prática...

beijo

Eduardo Magalhães disse...

Sabe dou total razão a não se sentir obrigado a agradar os outros, mas é bom sempre persistir e ser beeem insistente. Desde que façamos o que realmente gostamos e queremos.
Abraço.

Míope disse...

Dependendo do caso, é melhor não persistir mesmo. Mas, na maioria das vezes, é através dele que chegamos aonde queremos ou até mais que imaginamos.

Sensato você é, então, vai descobrir o caminho correto.

Abç!