quinta-feira, 26 de junho de 2008

Modinha?

Quanto tempo hein? Na verdade, muito tempo, desde o último devaneio. Mas agora voltarei a falar, e (normalmente) chutar o pau-da-barraca dessa porcaria de sociedade e humanidade.

E dessa vez o alvo são as "modinhas", ou como você quiser chamar.

Se bem que, no final, a moral da história é a falta de personalidade das pessoas, assim como sua falta de opnião.

Como já dizia a célebre frase (não lembro quem falou, se não daria os créditos): "Toda a unanimidade é burra."

E como modinhas são parcialmente unanimidades, também são no mínimo parcialmente burras. Pois nunca haverá algo unânime no mundo. Se há algo que "todos gostam" ou aprovam, por mais que não sejam estritamente todos, esse algo não é tão bom quanto parece.

O mundo é cheio de subjetividade, opniões diferentes, divergentes, várias formas de pensamento e questionamento.

Portanto, se muita gente concorda com algo, no mínimo, algumas pessoas desse "muita gente" omitiu sua opnião, a deixou ser levada ou ser incorporada pela opnião de outros, e, muito normalmente, a opnião da "massa".

E isso nos leva às modinhas.

Pois elas são... Como poderia descrever? (odeio tanto que nem consigo falar)
São assuntos, jeitos, coisas, que surgem, e rapidamente se transformam em "semi-unanimidades", em coias endeusadas e praticamente perfeitas.

Porém toda essa perfeição e entusiasmo sempre some rapidamente. Tá bom, farei justiça: praticamente sempre some rapidamente. As poucas modinhas que se consolidam,eu respeito.

Eu simplesmente acho horrível esse tipo de coisa. Comportamentos, estilos, linguagens, principalmente músicas, que surgem, e do nada viram célebres mostras de genialidade, mas somem sem deixar rastros repentinamente.

Um exemplo é a música da Pitty, Brinquedo Torto. Eu fui no show ao vivo dela, amei a música, e desde então ela era a melhor música da Pitty pra mim. Mas ninguém, e eu digo ninguém mesmo que não viu o show, gostava da música ou dava 1 centavo pra ela. Mas foi só sair o clipe e virar número 1 nas paradas, que virou "o melhor hit da Pitty".

Nem preciso falar das outras coisas "maiores" né? Como emocore, e a emice em si. Como ser bi ou homosexual (algumas vezes, é moda mesmo, não escolha). Como torcer para este ou aquele time que ganha tudo atualmente. Como usar essa ou aquela roupa. Como dançar essa ou aquela música(Menção Honrosa para o PSY). Como frequentar esse ou aquele lugar. Como ir pra Porto Seguro na formatura (sim, eu esculaxo mermo). Como ficar. Como perder a virgindade cedo. Como muitas outras coisas ridículas demais.

Ridículas, pois na verdade a maioria (e não me levem a mal, a maioria sim) das pessoas que fazem muitas das coisas que citei (e várias outras) não as fazem por opção pura, por pensar bem naquilo, por sequer eliminar as outras opções. As outras vertentes de pensamento.

E já disse, não achem que minhas opniões são extremistas, ou conservadoras demais. Eu acho ótimo que alguém seja homosexxual, ou fique "com todo o mundo" numa balada. Desde que tenha noção do que está fazendo, saiba o que isso significa na sua vida, e considere as outras maneiras de ser/agir.

Não que todos tenham que ser paranóicos e pensar todos os passos antes de agir (nem eu sou tão assim). Mas eu acho que precisamos medir as coisas. Tudo bem você comer tal marca de comida pois ela é famosa ou pois todo mundo come. E digo isso pois a marca da comida (mesmo que seja pior ou mais cara) não vai mudar muito sua vida.

Porém, quando se trata de escolhas grandes, mudanças comportamentais, modos de agir...

Aí eu te garanto que temos de pensar, não "seguir a moda", ser você mesmo acima de tudo. Pois o que você pensa e escolhe pode ser até "errado". Mas é o que VOCÊ pensa.

E não vou dizer (novamente para abrandar os mais radicais) que devemos ser cabeças-duras (eu sou um pouco), inflexíveis e invariáveis. Mas dar mais valor à nossa própria voz, do que na dos outros. Medir o que vale a pena e o que não vale.


Bom, o post começou com "modinhas" e terminou nisso,eu avisei...
Pois, no final, modinhas sequer são dignas de menções. Não da minha parte.

Não que eu seja imune a elas, mas que eu tenho uma aversão a coisas "pop", e unânimes (por mais que essa unanimidade seja algo "válido"). Pois tudo que é muito bom, nunca é tão bom quanto parece. E a mesma coisa acontece com as coisas ruins.

Então espero que pensem mais de hoje em diante, mas não virem uns idiotas pensativos que nem eu, pois não é muito legal. Só espero que, pelo menos um pouco, as coisas melhorem no mundo.

Pois TUDO pode e deve ser influenciado, com o tempo, e com a socialização.
Mas existe uma diferença entre ser influenciado, e ser muito influenciável.





"Se você não pensa, te garanto que há quem pense por você. O problema é que nem sempre essa pessoa que pensa por você segue seus interesses, ou pensa de modo parecido com você. Mas você não pode reclamar mais: Já abdicou de pensar."
by me


" People will always take the long way around. Before you know it you'll be lost and found. Living in the sunshine with the shades pulled down. People will always take the long way around..."
by Eagle Eye Cherry (Long Way Around)

20 comentários:

Míope disse...

Olha, eu tambem odeio esse "Maria vai com as outras life style",
mas, confesso que já devo ter sido influênciado por alguma dessas 'modas' ou 'estilos de vida' há alguns tempos (Quem não foi?).
Mas, minha consciência atual não me permite mais esse tipo de futilidade. Elas só servem pra diminuir as pessoas em sua individualidade pra aumentar a condição de "massa".

Bom texto!
Abç!

Camilla. disse...

Menino, não acredito que você gosta de Long Way Around. Ela tá no meu top ten fácil, fácil...

E é, aconteceu algo parecido com Equalize. Ela era muito própria pra mim naquele momento, mas de repente virou uma moda insuportável hauahua

Beijo!!

Dê Lee disse...

Oie..
ah, então...
vi seu comentário no meu blog apenas agora..
nossa, eu nunca quis ser astronauta..
pq vc qria??
mas ser mágica era tão *-*
mew
eu ficava olhando para algo qndo peqna deitada no sofá... "ahh, eu podia ter alguma magia para fzr o copo de refrigerante chegar a minha mão sem ter q levantar-me..."
mó util mew..
e qndo tinha mr M.. eu gostava... mas o condenava pq "ah, ele não é mágico de verdade verdadeira"
hahahah
Ele faz truques.. e eu qro ser mágica de ter poderes...
lol..

E então a gnt cresce e td vira pó...

Anônimo disse...

sou emo e não curti o post.

KPksapkaspsakapsk

M.B.R.M. disse...

Oi! Gostei do seu texto. Qualquer crítica é válida.Vejo que vicê tenta assumir uma atitude do "contra",o que já foi muito comum nos anos 60 e 70, e revolucionaram o mundo. Mesmo que em sua lista de músicas há lugar para umas "modinhas". A Pitty também é fruto da comercialização do rock. Hoje "todo mundo" houve rock porque acha que é a onda e, por isso vai com ela. Se você não sabe quem são as bandas do momento, corre o risco de ser excluído, pois a maioria não pesquisa, nem sequer ouve as letras, só acha o ritimo legal e se o amiguinho ouve, ele é que não ficará para trás. É o popular "Maria vai com as outras". Respeito, ou tento respeitar a opção que as pessoas fazem. A música "brinquedo torto" eu também sempre gostei dela. Não sabia que tinha virado clip. Virou? O que mais gosto na Pitty são as letras. Traduzem bastante o universo feminino, existencial e real, sem parecer um mero devaneio. Como disse, considero qualquer crítica a comercialização dos nossos ouvidos válida, desde que não soe preconceituosa. Não é fácil não ser preconceituoso musicalmente atualmente. O modismo sempre existiu e isso indica mudanças. Mas, sempre haverá aqueles que, apesar de acompanhar as mudanças, não esquecem que possuem vontade própria e podem transgredir renegando a comercialização. bjos...

Márcio disse...

UHAuaHuahAUH!!! Bixa velha! Sempre falando lorota XD

Foi a Vânia(que eu me lembre) que disse que toda a unânimidade é burra.

Mas fala aí! Já houve modinhas muito boas na nossa "childhood" XD
Tipo Tazo!!! Tazo do Looney Tunes! XD

E deixa de seguir a modinha de ficar em casa falando que tá duentinhu e vamu pru racha no basquete karaaaaaai! XD

Abraço, bibinha!! XD

P.S.: Fiz vestibular hoje! XD Acho que passo dessa vez...parece que vou ser seu bixo mesmo XD (Bixo da bixa!! o.o)
UAHauhauAHauhaua

Jorge Estel disse...

olá, olá!
td bem?

teu irmão que passou o endereço do teu blog. muito interessante, achei que teu texto fala bastante da situação musical contemporânea, das modinhas, tals.

parabéns

JOY disse...

[b]Oiee, td bem?
passando pra conferir as novidades, q por sinal, gostei mtoo

bjos
se cuida

Mary West disse...

Eu tb sou completamente contra coisas populares. Sei lá, pode soar meio elitista e talz, mas se tá todo mundo gostando, é pq deve ter algum problema. Naum é a toa que nunca li o Codigo da Vinci e nunca vi Harry Potter.

Flá Costa * disse...

acabei de deixar um tapinha sobre um assunto relacionado à modinha no meu blog.
perto d seu ele fica no chão, você se aprofundou bem mais.

também odeio modinhas. mas querendo ou não elas sempre fazem parte.
beijoca*

Júlia Taddeo disse...

bom... o que considerar modinha?
pq falar delas também já virou uma, certo?

bom... sei lá. Eu curto algumas modinhas. E você sabe quais são e você sabe muito bem que não é pq "são modinhas"... são por outros motivos BEM concretos.

beijooo Ti :)
bom o texto ;D

Celeste Garcia disse...

Maldizer a moda também tá na moda.

E O QUE é moda?
Como diz o próprio nome, modinhas mudam e estão aí pra renovar o consumo.
Outra questão é: algum problema a quem adere às tendencias musicais da Pitty, se vira mono, bi, tri ou totalflex, pop, emo ou heavy metal?

Gostamos de rotular?

Concordo com Seu Torigoe, "ser você mesmo acima de tudo. Pois o que você pensa e escolhe pode ser até 'errado'. Mas é o que VOCÊ pensa".

:*

mayrlla kathyuska disse...

como voc~e pediu e faz questão. "/

eu num sou tão ao seu favor [como eu havia lhe dito, eu sou da "modinha", digamos assim, em certos pontos, mas tudo beem.
e tipo, só pelo fato de acompanhar as coisas não quer dizer mesmo que não tenha personalidade, dependendo é pq gosta, sei lá, e em algumas citações que falamos "como diz Fulano", é como se a citação fosse boa e seria bom lembrar, mas tudoo beem.
cada tem a sua opinião, e aí foi a minhaa. =]


adoroo. ♥

Bruna disse...

Jaaapito!
q coincidencia..ahaua
o tema daa minha redaçao com o tema do teu post
=]

entaaao..
modinha eh uma coisa q me incomoda profundamente, embora eu saiba q qndo menor cheguei a seguir algumas
maaaas
ja faz um bom tempo q passei a ser mais critica...rs

as pessoas costumam se deixar influenciaar mto facilmente [ e confesso, tive mtos problemas com isso, n no sentido de modinhas, mas no sentido de dar mtaa importancia ao q amigos diziam, rs]

e nem percebem, axam q estao sendo autenticas e unicas
tsc tsc

as pessoas sao corrompidas pela propria sociedade...
e n percebem...ahauhaua

agoraa...me diga, cmo dar um basta nisso??

t cuuuida japito
bjaaao

;]

dorei o post!!

Krika disse...

Comodismo é um vicio. Desculpa a ausência, pois tenho trabalhado demais. Fique bem amigo.

Beijoo! ;)

• paloma disse...

Aaah gostei do texto. (y)
apesar de ser grande, e apesar de ser a minha primeira vez aqui no blog, simpatizei com ele.
Li uns outros posts e gostei também.
Posso te linkar lá no meu? *-*






Beijos e parabéns pelo blog :*
p.s.: também acho que tem muita gente virando BI por modinha ¬¬'

Karol Borges disse...

Amado, eu li todo seu texto apesar de extenso. HUAHUA' Não, sou contra e nem a favor das "modinhas", muitas vezes oque pra você seja modinha. Para alguma milhares de pessoas sejam estilo de vida. Como você citou o PSY, eu curto esse estilo muito mesmo. E não porque é um Rit famoso ou isso e aquilo. Mais sim porqe me faz bem escutá-lo. Mais vai da cada um certo? Bjs ;* ti cuida

• paloma disse...

AAAaah que simpático tu *-------*
a maioria que eu linko, diz 'linka.' e só, sem mais nada.
okopsakopdksaopskadopsakdp
gosto de pessoas simpáticas como tu parece ser ;D

Pó dexá comigo que eu te add no orkut sim, mas só sábado, que é quando eu ou entrar. :/
e no msn também.
aliás, já add aí o meu: loma.k3@hotmail.fr


Porque eu tenho um desejo vazio? é que eu tenho um amor que deu errado. oksopdksopdksopdkpsakd
aí como estou solteira me sinto só. u_u
e tu?
obrigada por perguntar õ/
okdpsodkpasokdopsakdpoask


Beeijo :*

(ins)pirações adolecentes disse...

bom ashey seo post realmente
muiito bom,criatiivo e me fez bem era isso que eu precisava ouvir!
é um assunto pra se discutir em sociedade

michele disse...

É basicamente isso mesmo.

Oque falta é personalidade própria!


;)

bjooO

Adoroo