sexta-feira, 25 de julho de 2008

Cavaleiro das Trevas

Como vocês devem ter visto (ou não), meu último post demorou um pouco pra sair (só fiz ele no domingo). Isso se deve ao fato de a minha maldita NET Virtua Skavurszka pirar de vez em quando, mas agora já está tudo bem.
Mas, vamos direto ao assunto, e o assunto é basicamente o novo filme do Batman - The Dark Knight (ou "Cavaleiro das Trevas"). E eu deveria, na verdade, ter postado sobre isso semana passada, pois assisti o filme sábado passado. Mas como era dia de "surto artístico", deixei pra hoje mesmo.

Pois bem. Para não estragar a emoção de quem ainda não assistiu o filme, só vou dizer mesmo coisas superficiais. Mas é bom que vejam, pois é simplesmente sensacional!

Mas é claro que vocês não estão esperando que eu fale de um filme no post. Eu vim falar mesmo é da essência do que me cativou no filme. E essa essência é o "termo" Cavaleiro das Trevas.
Era uma coisa que eu já sabia e me identificava faz tempo, mas com o filme fica tudo mais claro e com uma idéia prática bem melhor.

Novamente, para não estragar a surpresa de quem não viu, vou só dar uma pincelada: Eu falo de Cavaleiro das Trevas pois, no filme, assim como na maioria dos filmes de Heróis, Batman tem que abdicar de sua felicidade, e até prejudicar a felicidade de pessoas amadas, pelo chamado "bem maior" (outro exemplo disso é Peter Parker e Mary Jane em Homem Aranha).

E, também, como se não bastasse isso, Batman "aceita" ser perseguido e culpado. Não que ele tenha feito algo de ruim, mas sim pois ele AGUENTA isso. Pois se precisam de um mártir, esse mártir tem que ser ele, pelo menos enquanto for para o "bem maior".
Enquanto, novamente para o "bem maior", são eleitos heróis, para alegrar as pessoas, para acharem que há alguém que fez só o bem. E eu digo ELEITOS, pois no fim das contas, heróis sempre são apenas eleitos, construídos, e nunca são de verdade mesmo.

Um exemplo é Tiradentes. Se você perguntar para qualquer bom professor de História, ele te dirá que Tiradentes foi um zé ninguém da tal "Revolução", revolução essa que visava apenas a Independência de Minas Gerais, e não da Nação toda (e esse é apenas um exemplo).

Enfim, o que quero dizer é que, mais do que charmosa e encantadora, essa história é verídica.

Heróis e Ídolos são , muitas vezes, muito menos do que imaginamos, e talvez bem piores do que parecem ser. Enquanto as pessoas que REALMENTE fazem o bem pelo mundo estão por aí, anônimas e felizes por estar fazendo o bem.
E digo isso pois, assim como o título de Samurai, me identifiquei com o título de "Cavaleiro das Trevas". Mesmo nem chegando perto do Batman, ou das verdadeiras pessoas que fazem esse mundo bom, como voluntários, pessoas de bem, trabalhadores de ONGs ou projetos sociais, ou mesmo simples e humildes pessoas que abdicam de sua felicidade para o bem dos outros.
Essas sim são as pessoas que fazem o mundo melhor. E sei que ainda não sou que nem elas, e talvez esteja até tentando puxar meu próprio saco ou me dar mais qualidades do que realmente tenho, mas eu me auto-intitulo uma pessoa que nem essas. Uma pessoa "boa"...

Pois eu SEI que eu sempre tento fazer o máximo de mim, em prol dos outros, e por mais que, no fim, eu não receba nada em troca, e talvez até seja humilhado, reduzido e caluniado.

Só que dentro de mim mora o espírito do cavaleiro das trevas. Que não é um herói. Que não aparece. Que não quer nada de recompensa.

Só se contenta em satisfazer seu próprio senso de justiça.





"O mundo é justo, afinal. Se há pessoas felizes, tem de haver pessoas tristes para balancear a vida. E, como um toque da Providência, as pessoas infelizes são as que conseguem aguentar essa tristeza toda. Enquanto as felizes vivem sempre bem..."
by me


"Dance, Dance; We're falling apart to half time; Dance, Dance; And these are the lives you'd love to lead; Dance, this is the way they'd love, If they knew how misery loved me..."

by Fall Out Boy (Dance, Dance)


18 comentários:

Anônimo disse...

lido. :)

Tiffany disse...

tô doida pra assistir esse filme!
me falaram que é muito bom....já que você não quer estragar o filme eu vou assistir e ver no que dá né JAJDAS´DSJOAS

beijos sr. cavaleiro das trevas :*

Klatuu o embuçado disse...

Inda não vi, mas quero. Esta semana vi «Tropa de Elite», estreou aqui em Portugal... o cinema daí está decadente e americanizado.

Abraço.
P. S. Você nunca estudou filosofia da bunda? :)

mayrlla kathyuska disse...

é interessante, gosteei, mas vontade de assistir filme do Batman, nem tenhoo, mas tudoo beem.
coinseguisse explicar bem direitinho, e os explos foram muitoo boons!



·† Poison disse...

Adorei o jeito como você retratou os heróis..
o filme é muito bomm mesmo.. ameii

beijo!

Nanda disse...

Pô, eu vi esse filme semana passada também. E gostei MUITO, mesmo detestando Batman hahaha :D e é muito bom ver pessoas com senso de justiça, até porque justiça é algo que eu prezo MUITO! Beijos

' ♥ caah disse...

cavaleiro das trevas ? ui foi profundo *-* tá olha eu aqui comentando pra você parar de me cobrar , idoso chatoooo ¬ euteamomuitobjs ♥

Flávia disse...

Ol� ...

quanto tempo n�???

Olha, tive que mudar o endere�o do meu blog:

www.flavyatam.blogspot.com

tem o banner l�...

bjs

Priscila Petrarca disse...

nem mandou mais noticias né?
tá muito legal aqui! beijo

• paloma disse...

olha, sei lá
só sei que eu me apaixonei por aquele Coringa
okdopkpasokdpaoskdsoadkapkd


'quer ver esse lápis desaparecer?'
*---------------------------*

Carolina disse...

Oieee =]
Li seu post
e to akê!
"...até seja humilhado, reduzido e caluniado"
credoo....num contece tudo isso com vc...acontece? o.O

bejoooo!

michele disse...

Adoreii o Post!=]

Qualquer diia vou assistir esse filme, parece ser ótiimo!

Adoroo filmes desse tipo...

Só mais uma coisa, eu corcodo que existem pessoas que tentam fazer o bem ao próximo e nem recebem nada em troca, na miinha opinião são pessoas como esses que nunca espera nada em troca que está em falta no mundo, que no mínimo precisam de amor em "reconpensa".

Mais credo, vc naum eh td isso q vc falou, caluniado, humilhado, reduzido, não exagera, todos nós passamos pro problemas, maiis sem exageros tudo tem solução..!

=D

BjãOO

Niseloka disse...

vc me deixou com mais vontade de vê o filme.

Mary West disse...

Ahhh num vou vê naum, até hj eu choro pelo Ledger.

kaah disse...

Mas baah guri, esse filme parece ser mt bom!

assim q der vou fazer q nem as outras pessoas q comentaram e olhar /o/

assim q eu começei a ler teu post sobre heróis eu lembrei da música da pitty "Eu fui matando os meus heróis aos poucos,
como se já não tivesse nenhuma lição pra aprender..."


mas voltando ao filme... realmente tu tah certo... existem mts heróis mesmo fictícios que tem muito a nos ensinar...

bju samurai =*

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

Concordo!

Esse filme é O FILME.
Tipo, o filme não tem apelação nenhuma,
faz pensar,
é demais!

Coringa é o cara!
hahahahahahahaha

Abç!

Anônimo disse...

o filme é otimo, mas você se comparar ao 'cavaleiro das trevas'!?

se fazer de coitado que ama e não é amado mas que nao se importa é tão cliche..

você é deprimente, no fundo você deve concordar comigo, por isso deve agir assim.. ¬¬

enfim, acho que esse é o teu unico coment que não foi cobrado neh?
ahaha