quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

Ahh, a relatividade...

Caros amigos participantes do meu Talk Show.
Vamos falar agora sobre ela, a magnífica, a temida e "marvada": relatividade.

Não é a maldita Relatividade de Einstein (essa seria tão ou mais difícil de se explicar), mas sim a "nossa" relatividade, que não tem nada de equações como "e=mc²", que é algo... inexplicável.

Inexplicável, porém vou tentar explicar...ou melhor, "clarear" o conceito.

Primeiramente, quero explicar em qual ponto de vista vou analisar esse assunto: partindo do pressuposto de que cada pessoa tem seu "universo" próprio, que não há dogmas ou "verdades verdadeiras", podemos afirmar que (sim, sim, aquela frase) tudo é relativo.
E digo isso pois, se analisarmos qualquer situação por dois pontos de vista diferentes, nunca acharemos duas opiniões perfeitamente semelhantes. Relatividade é, portanto, aquilo que faz o mundo ser o que é, diversificado, imprevisível e... real.

Mas, não entre em pânico ou no ceticismo de perder a fé em conceitos que iriam por água a baixo como: justiça, bem e mal, certo ou errado, e tudo mais que é puramente relativo. Pois, os parâmetros que adotamos para nossa sociedade são os que regem nossa vida.
Portanto, sim, tudo é relativo e sempre continuará assim.
Porém, se você vive em sociedade (e se você tem computador, lê blogs, tem internet, entre outros; aposto que vive em sociedade) , aposto que adota certos "sensos comuns".

Eu digo, por exemplo: matar é ruim.

A legislação, as "regras morais", as regras da religião que seguimos, as regras de escola ou de qualquer estabelecimento... São feitas para "manter a ordem", já que o mundo totalmente relativo seria um caos. E são (em sua maioria) feitas para o "bem" (na nossa definição de bem) de quem as criou e de quem as segue....

Voltando à relatividade cotidiana, dos pontos de vista, só quis abordar esse assunto pois houve um pouco de controvérsia quanto a algumas idéias expostas em meus outros posts.

Quando disse que "acho um gasto de recursos e afins, tentar certas salvar espécies em extinção", e também quando disse que "se todos limpassemos tudo o que sujamos, muitas pessoas que são pagas para limpar seriam demitidas", houve certas contradições.

Precisamos analisar tudo o que lemos, ouvimos e captamos. Quando digo essas afirmações, quêm lê precisa lembrar que quem escreveu (eu) é uma pessoa "complicada". E devido à relatividade, não ser extremista.
Não quis dizer que é inutil salvar espécies ou que deveriamos sujar mais para contratar mais pessoas para limpar, e sim que deveriamos nos focar em coisas "melhores" para o mundo do que salvar espécies singulares, e que fazer o "bem", como limpar o que sujamos, por mais puro que seja, também traz um certo "mal".
Portanto, não me entendam mal quando eu analiso coisas que parecem ser... Exageradas.

É como afirmar que "matar o Bin Laden é bom". Pode ser bom para quem acredita que fará um mundo melhor,ou que um homem "mau" morrerá. Mas a família do Bin Laden não gostaria. Seus seguidores e adeptos também não. Talvez até os EUA, que precisam de um bode expiatório também achem ruim matar o Bin Laden.

Tudo tem seus prós e contras, e nada é definitivo.

Enfim, reafirmando, tudo é relativo.

Mas acredite no que você acredita, pegue para você o que acha que irá te melhorar, aprenda o que acha necessário, e opine contra o que você acha errado.

Afinal, é de diferentes opiniões que o mundo progride.

" Sometimes I feel, oh yes, I could do almost anything I wanted. And it makes me cry..."

by Yoko Kanno (Flying Teapot) - from Cowboy Bebop



"Às vezes eu luto comigo mesmo. Eu apostaria em 'mim mesmo', mas não sei quem esse tal de 'eu' é, nem do que 'eu' é capaz."
by me

19 comentários:

Anônimo disse...

samurai, sempre que passar aqui vou direto na frase by me, o fechamento do talk show com chave de ouro.

Carolina disse...

haaa =o

eu sempre desconfiei disso
heheheheheheh

mas eh vedadii....tudo eh MuitO relativo!
eh mó legal pensar nisso
hsuhsush mágikO *-*

bejo Japa
Bom carnaval

Anônimo disse...

Há certa relatividade.
Mas, prefiro não tomar como "regra".

"Só sei que nada sei".
Boa reflexão.
hehehehe

-
Brigadão pela simpatia caro colega também míope.
Sempre que quiser, passa por lá, inclusive pra acompanhar o desfecho da história.

abç!

Filipe disse...

O que dizer? Não tenho o que contestar, vc está certo! Eu acho engraçado a forma como algumas pessoas querem impor suas opiniões como se a "relatividade" delas estivesse correta. Não entendo, simplesmente deixo pra lá. O importante é vc continuar compartilhando suas idéias, alguns sempre vão sentir afinidade por elas, outros vão refutar.

Gostei do texto e dos seus argumentos.

Abraço

Anônimo disse...

Também adorei o texto e o "by me" então...
E, afinal, é a relatividade que move o mundo, né? (sábio, Einstein... rs)

Obrigada pela visita, apareça mais vezes.

Beijos.

Filipe Garcia disse...

segundo o Aurélio, sofisma é um argumento aparentemente válido, mas, na realidade, não conclusivo, e que supõe má-fé por parte de quem o apresenta; falácia, silogismo erístico.

o meu primeiro texto no blog foi explicando o título "o mundo de sofisma", se tiver curiosidade, dê uma passadinha lá.

vou linkar vc tb.
abraço

Rafael disse...

Ah, poxa, e eu esperando um texto sobre quarks... =/
hahaha, kidding. bom ponto de vista.
^^

Andrelly soares disse...

Olá!!
primeiramente agradecer por comentar,e que aqui ta Demais,vc escreve bastante hein??Já pensou em escrever um livro??Com certeza iria fazer sucesso,você poderia me colocar na sua lista de favoritos??se puder eu agradeço,se não Tudo bem!!Parabéns pelo blog ta??
Da umas passadinhas no meu blog ta??vou fazer o mesmo

mil bjs

Barb. disse...

e ainda bem que todos pensam diferente, cada um com seu 'próprio universo', se não o mundo seria feito de 'soldadinhos de plástico' hahah!
pois é... tudo é muito relativo!

beijo

Deborah disse...

Cara.. pensar na vida me faz ter medo dela! É tudo tão perfeito e... estranho!
É horrível isso mas às vezes eu não penso e reflito no mundo que me cerca, sabe?! Tantas coisas que precisam de explicações e nós só nos contentamos e continuamos com as nossas vidas.. Afinal a filosofia só existe se nós nos questionarmos.
Só pensamentos!
Beijos!

An@Lu disse...

muito bom o post. deu para dar uma refletida bacana. Claro que tudo é relativo. Concordo com você.

e a dorei a frase:
"é de diferentes opiniões que o mundo progride."

Porque se fosse a base de dogmas o mundo ainda seria plano!!!

Priscila Petrarca disse...

obrigada pela visita, e agradeço o elogio :)
gostei demais do que tu escreves, muito bom mesmo!
continua passando lá nomeu blog, que a propositom está com post novo.
beijããão! :*

Priscila Petrarca disse...

claro que pode me linkar, eu farei o mesmo contigo! :)
te adicionarei no orkut tb, caso não haja incoveniente. hehehe
beijão!

Miriaan disse...

adoro vc!

tu escreve mto bem!

continue assim
=]


bjoo

Fernanda Papandrea disse...

Cada um com seu ponto de vista,mas existem leis que regem essa relatividade. ^^

beijos!

Márcio Melo disse...

Tou estudando ocultismo...só por cima mesmo...e muitas coisas que eu tou estudando fazem sentido e funcionam (senão não estaria perdendo tempo com isso)
Depois quero conversar com você sobre isso, se vc num for fanático e sim uma pessoa de mente aberta pronta pra explorar diversas ciências...

Viviane disse...

Adoro a teoria de que "tudo é relativo" faz todo sentido! vc colocou bem essa questão

futuroo escritor x)

michele disse...

Adoreiii seu blog o texto da Evolução fico muito bom e bem direto.

continue sempre assim, com esse seu trabalho magnifico!

e escrevendo textos em seu blog q demostrem a realidade..


bjão

te adOro moço!

Anônimo disse...

intiresno muito, obrigado